fbpx

Conheça tendências no varejo que foram antecipadas pela pandemia

Foram 10 anos em 1. Em poucos meses as relações de consumo impulsionaram o crescimento da compra online que ocorreria em uma década, o que afetou profundamente a forma como as redes se comunicam com clientes
20/04/2021

A VI edição (online) do Fórum Nacional de Integração Varejo-Indústria, promovido pela SA Varejo, antecipou tendências de mercado e comportamento do consumidor na fase pós-pandemia. Além do exponencial crescimento da digitalização, de e-commerces e apps para compras seguras via delivery, o setor foi estimulado também pela mudança de comportamento dos consumidores, observada no aumento da compra de produtos de limpeza mais práticos, no consumo de alimentos frescos e, na tentativa de trazer a sensação da sociabilidade pra dentro de casa, com consumo maior de bebidas e produtos alimentícios prontos para o consumo.

Estar mais próximo dos fornecedores é fundamental. Para supermercadistas,tanto de varejo como de atacado,, utilizar ferramentas online e troca de informações sobre a evolução desses mercados é crucial para o resultado de vendas, organização de produtos nas lojas das redes e ajuste do timing em PDVs para impulsionar o sell out.

Assim, ser omnichannel não é mais uma opção: oferecer modelos híbridos de compras e estimular que os clientes transitem entre experiências entre o físico e o digital. É importante que o cliente tenha uma experiencia igualmente satisfatória e impactante quando está na loja, fazendo pesquisa via aplicativos ou pelo computador. A identidade visual, os preços e a facilidade de encontrar o que necessita com atendimento intuitivo e personalizado: isso é o que o consumidor espera e ele está cada vez mais exigente.

Interatividade com comprador: o futuro é agora!

Conhecer os novos hábitos de quem passou a consumir até 40% a mais online é indispensável para disponibilizar um ambiente agradável e que gere no comprador a necessidade de retornar. Informações sobre idade do público, quanto cada pessoa consome, quanto consome e como prefere adquirir cada produto é fundamental na personalização de soluções como o Dogital Signage. 

Os painéis dinâmicos que direcionam o interesse para os itens mais buscados no momento como skincare, bebidas e álcool 70%, por exemplo, elevam o tempo de permanência. 

A comunicação que amplifica o alcance no PDV é essencial para identificar novas formas de consumo, criar novas frentes e rentabilizar mudanças no modelos de comportamento. 

Um exemplo é o aumento da compra produtos de limpeza rápidos, como lencinhos umedecidos, e produtos alimentícios prontos para o consumo, que facilitem o dia a dia de estudar e trabalhar em casa. Ganhar tempo significa qualidade de vida. Por isso, levar as pessoas à gôndolas e corredores que elas não tinham o hábito de frequentar é outra forma de elevar o ticket médio.

Na era omnichannel, eliminar os esforços do comprador na hora de encontrar o que é preciso e tornar a experiência de compra prazerosa, divertida  é igualmente essencial. A mesma experiência que o  consumidor tem no app, delivery ou site deve ser replicada na loja física. Inclusive, aqueles que transitam entre várias plataformas retornam até 1,5 vezes à rede e consomem de 2 a 3 vezes mais, sabia?

Alie análise de dados ao ganha-ganha-ganha

Indústria, varejo e consumidor podem ganhar mais que nunca com essa colaboração estratégica, transformando um ano de pandemia em oportunidades únicas de fidelização e conversão! 

Omnichannel gera valor na compra, no desenvolvimento de novos produtos e traz grande rentabilidade ao varejo, com a diversificação da cesta de serviços. Isso acontece graças ao cruzamento de dados obtidos em compras online, apps de programas de fidelidade e cadastros online que rendem cupons de descontos nas lojas físicas. 

Por exemplo, o distanciamento social reacendeu a paixão por cozinhar, cresceu em 81% a  busca por alimentos saudáveis, mas ao mesmo tempo 50% dos shoppers estão dispostos a pagar mais caro se for preciso para ganhar tempo. E destes, 93% acreditam que a aquisição de temperos prontos facilita a vida. O compartilhamento entre as redes e fornecedores leva ao desenvolvimento de novas variantes dos sabores já conhecidos. A informação retorna para as lojas em forma de novas gôndolas ou mudança das mesmas para áreas de hortifruti, açougue, massas e grãos. 

Mas como informar o cliente que um novo hábito resultou em novidades? 

A conversão acontece por meio de telas digitais que direcionam a atenção a novas seções. E ela pode ser  ainda maior! Na gôndola de temperos, o Digital Signage pode atrair o cliente para uma oferta de açougue e do açougue levar a seção de cerveja, já que 39% dos compradores aumentaram o consumo de bebidas em casa. É um processo dinâmico e intuitivo, totalmente baseado em informações consistentes da jornada de consumo e modelos de comportamento atuais. 

A sinalização em telas conduz compradores e eles entendem que é rápido e descomplicado encontrar tudo o que precisam, mesmo quando não sabem o que precisam. Subliminarmente, é como se a rede adivinhasse as necessidades!

Omnichannel antecipa o que shopper quer e transforma isso na experiência rica de compra e atendimento estratégico. A experiência, aliás, vai além do momento em loja e por isso, a lembrança é tão importante.  

A nova função da Rádio Corporativa

Outra ferramenta extremamente valorizada pelo poder de alcance e resultados obtidos é a Rádio Corporativa personalizada. Programação customizada para um cliente ou lojas específicas, a curadoria musical, perfil de locução e conteúdo das ofertas são baseados em informações valiosas sobre o consumidor.

O mesmo cruzamento de dados que direciona a compra por meio de telas digitais impulsiona ainda mais o consumo, tempo de permanência e ticket médio por meio da rádio. A programação pode não apenas informar ofertas, mas direcionar para produtos inovadores, lançamentos e novas seções de uma forma orgânica e integrada.  

A criação de um ambiente que dá vontade de permanecer mais tempo ou remete à sensação de casa, aconchego, segurança, lazer, descontração conduz o estado de espírito do shopper. É uma solução que direciona o sentimento das pessoas positivamente e se traduz na fidelização do consumidor.

Outra tendência foi o aumento do autosserviço para reduzir o contato pessoal. E essa é uma tendência que chegou para ficar mesmo após a pandemia, porque é prático adquirir o pão francês já ensacado sem pegar filas. Mas a escolha musical acertada e ritmo de locução que combina com cheiro de pão quentinho mantém o mesmo clima acolhedor e personalizado de quando havia um padeiro. 

São detalhes que convertem, engajam e geram valor para marcas e redes de varejo.  Fale com quem é especialista em varejo.. Entre em contato com a MegaMídia!

Soluções 360º que geram muito mais resultado para o varejo.

Entre em contato agora mesmo!







    Whatsapp Whatsapp