fbpx

Entrevista: Eduardo Jaime Martins, CCO na MegaMidia Group

O executivo comenta os principais pilares da Exclusiva Metodologia Trade Master e fala sobre a inovação no varejo.
23/11/2021

A metodologia Trade Master da MegaMidia mapeia as tendências e os avanços do varejo para rentabilizar ao máximo as oportunidades do Trade.

Mais do que isso, promove ações customizadas que alavancam o relacionamento com a indústria e beneficiam a experiência de compra.

Eduardo Jaime, CCO da MegaMidia responde as principais dúvidas a respeito do tema e explica a importância para o setor.

O que levou à criação da metodologia Trade Master?

Ela surgiu por uma necessidade do mercado e de processos que a MegaMidia acompanhou durante a sua trajetória e muitos projetos colocados em ação.

Há um universo enorme a ser explorado e a MegaMidia criou a metodologia Trade Master como estratégia comercial combinada para potencializar negócios. Fazemos um mapeamento completo para ativar e estruturar projetos Trade nas redes de varejo.

Para se ter uma ideia, dados da Euromonitor apontam que, em 2019, a indústria faturou R$460 bilhões com as redes de varejo, considerando alimentos, higiene e limpeza.

Desse total, em média, a indústria investe apenas 1% em projetos Trade. Por outro lado, o potencial explorado e captado pelas redes corresponde a cerca de 30% a 40% das oportunidades! Há uma gama enorme de ações que podem ser colocadas em prática e gerar bons resultados.

Quais são os principais pilares da metodologia?

A metodologia Trade Master combina ações efetivas para os clientes do varejo com um engajamento forte da indústria. O objetivo é explorar ao máximo todo o potencial Trade.

Assim, a solução é composta por diversos pilares que funcionam em conjunto, como planejamento estruturado, mapeamento total dos ativos, precificação correta, estratégias digitais acopladas, inovação, positivação, auditoria, relevância, visibilidade e customização das ações conforme o cliente.

Ela se aplica a qualquer dimensão de rede ou loja de supermercados?

Sim e não. Tudo depende da estratégia a ser praticada. Para isso, a MegaMidia oferece consultoria completa e projetos de acordo com o investimento e os objetivos de cada cliente em potencial, conforme as expectativas em relação à indústria e aos consumidores.

É importante destacar que é preciso diferenciar a verba Trade e a verba da área comercial.

Qual a relevância do fator humano no varejo para o sucesso da metodologia Trade Master?

É fundamental, pois são os colaboradores que integram o processo de gestão de qualquer negócio.

Uma equipe inteligente, com capacidade de negociação e compreensão da relevância do Trade e da jornada do cliente dentro do negócio, faz a metodologia avançar.

Na prática, isso ainda melhora a visibilidade, o relacionamento com a indústria e a experiência do cliente em todos os canais de comunicação.

A metodologia Trade Master beneficia na mesma medida o varejo no e-commerce e no PDV?

Sim, pois envolvem o posicionamento de marca do cliente. E a marca é o carro-chefe do Trade Marketing.

A inovação é um tema que vem sendo cada vez mais discutido no varejo. Como a Trade Master pode ajudar a fomentá-la?

Através da exploração de novas possibilidades. Veja os exemplos do Digital Signage e a Rádio Corporativa, soluções com as quais trabalhamos na MegaMidia e que compõem os serviços oferecidos na metodologia Trade Master.

A quantidade de telas digitais dos supermercados, hoje, é mínima, e há um potencial enorme a ser desbravado não só em termos de números, mas em conteúdo.

O mesmo vale para as rádios corporativas que não precisam se ater, necessariamente, ao ambiente da loja. Elas podem ir além. Por que não criar uma lista no Spotify para acompanhar o momento do cliente fora do ambiente de compra, como por exemplo em uma viagem, na corrida, academia, churrasco com amigos ou um jantar com a família e cruzar com as vendas de produtos?

Ou, no PDV, usar sinais sonoros para avisar que acabou de sair uma fornada de pão quentinho na padaria do supermercado ou, ainda, anunciar frutas e legumes frescos no setor de hortifruti? Há muito a fazer e isso favorece toda a cadeia: marca, indústria, consumidor.

 

Aproveite este conteúdo relacionado: Conheça o sistema para as redes avançarem 4 anos em meses

Soluções 360º que geram muito mais resultado para o varejo.








      Whatsapp Whatsapp